Arquivos mensais: junho 2016

Com a proximidade do inverno, as novas tendências para a estação mais fria do ano começam a ganhar espaço. Se em 2015 o roxo fez sucesso, as passarelas internacionais sinalizam que chegou a vez do ano 2016 batom preto conquistar as fashionistas.

Sim, a vibe gótica retorna com tudo à maquiagem e promete ser destaque. Os lábios escuros, em contraponto com a make leve e natural do verão, anunciam a chegada da estação da elegância e sofisticação.

A cantora Rihanna, ao desfilar sua nova coleção para a marca Puma, em Nova York, apostou no preto para evidenciar a boca. O resultado é o impacto logo no primeiro olhar. Vale a pena copiar essa trens que tem tudo para dar certo.

Batom preto: como usar?

Nas passarelas de todo o mundo, o batom preto também foi destaque em desfiles de grifes como Dior e Marc Jacobs. No segundo, a cor nos lábios foi combinada com sombras escurecidas e penteados bem estruturados. Mas para quem quer aderir à tendência sem parecer uma vampira, há também outras possibilidades.

É claro que a moda das passarelas é muito conceitual. Por isso, para usufruir das trends na rotina, às vezes são necessárias adaptações. O ideal é reservar o batom preto para ocasiões noturnas, pois no dia a dia ele pode acabar pesando demais. Especialmente no trabalho, que clama por um visual mais leve e acessível.

Outro aspecto importante é a preparação da pele. O batom escurecido deve ser objeto de destaque da maquiagem. Lembre-se de aplicar o corretivo por todas as olheiras, nas espinhas ou manchas. A base também é necessária para uniformizar.

Nos olhos, a dica é criar um contraponto com o tom predominantemente escuro nos lábios. Se o seu objetivo é ficar fashion, mas sem aquela vibe de Halloween, a sugestão é usar sombras claras e cintilantes. Prefira tons como nudes ou branco, para aplicar na pálpebra ou abaixo da linha d’água do olho.

13321871_1203354223032901_33282949531120558_n

Nas bochechas, a sugestão é investir em um blush levemente rosa ou pêssego. Já se você quer dar um toque glam para a make na balada, vale apostar em um truque básico: aplique um gloss incolor por cima do batom, para garantir aquele efeito molhadinho. O resultado fica incrível e muito fashion.

Já se você quer mergulhar de vez na onda gótica, pode arrematar a produção com um delineador gatinho nos olhos. A boa notícia é que o batom preto é democrático e cai bem em todos os tipos de peles. Por isso, vale usar e abusar da cor neste inverno.

Celebridades adeptas do batom preto

Basta olhar para os looks das famosas para perceber que o batom preto está com tudo. Celebridades que são referência em estilo, como Rihanna, Manu Gavassi, Lorde, Kylie Jenner e Sophia Abraão já lançaram mão do tom para compor produções incríveis.

Para ficar elegante como essas fashionistas, a dica é fazer uma aplicação cuidadosa do batom preto. Primeiro, hidrate bem os lábios. Depois, com um lápis preto, faça o contorno da boca, para então finalizar com o batom. Você certamente ficará linda e moderna.

 

A mídia atual lança no mercado cada dia novos produtos, como descobri qual aquele é o ideal para meu tipo de cabelo? O primeiro passo é descobri seu tipo de cabelo classificado ainda como oleoso,seco, misto e normal.

  • O cabelo oleoso em que as glândulas sebáceas produzem óleo natural em excesso e os fios ficam com aspectos de sujo.
  • O cabelo misto é a mistura de um cabelo oleoso e ressecados em vários pontos do cabelo, onde a raiz costuma ser mais oleoso e nas pontas mais ressecado.
  • O cabelo ressecado tem problema de produzir óleo pelas glândulas sebáceas e o cabelo com aspectos quebradiços e opacos.
  • o cabelo tipo normal é todas as mulheres gostaria ter, se tem o equilíbrio na produção de óleo natural , e os fios são mais brilhantes e macios.

Dica para aquelas siglas dos shampoo que deixa todas as meninas confusa!!

Quais ingredientes são importantes para procurar ?

Existe ingredientes que fazem uma grande diferença na lavagem dos cabelos que proporcionam um excelente resultado.

  • queratina
  • vitamina E
  • Pantenol
  • Ceramidas

Todos tem a função de hidratar , dar brilho, maciez e vitalidade nos fios.

 

 

Dica

É necessário atentar para que eles sejam específicos para as necessidades das suas madeixas, caso contrário, um produto inadequado vai deixá-lo limpo, mas não vai proporcionar os nutrientes ideais.

Shampoo ideal para tipos de fios crespos e cacheados

A hidratação natural é dada pela produção da glândula sebácea e sudorípara. Essa mistura gera o manto hidrolipídico, que mantém a hidratação nos fios. No entanto, os fios crespos e cacheados não deixam que esse manto chegue em todo o comprimento, o que resulta em uma raiz mais oleosa e pontas secas. Se o cabelo for lavado com shampoo inadequado, as madeixas ficam com cachos pouco definidos e frisados. No produto específico, como o Absolut Control, de L’Oréal Professionnel, o resultado é outro. Composto de ácido glutâmico e manteiga de Murumuru, ele garante fios hidratados,disciplinados e 80% de controle do frizz. Um exemplo da importância do uso diário do shampoo adequado a cada tipo de fio de cabelo.

Shampoo ideal para tipos de fios lisos

Diferentemente dos cacheados, os cabelos lisos possuem uma curvatura perfeita, totalmente cilíndrica, proporcionando hidratação natural da raiz às pontas, por isso são menos carentes de nutrientes. No entanto, o recomendado é sempre apostar em produtos específicos, como o Mythic Oil, de L’Oréal Professionnel, ideal para fios grossos, e o Mythic Oil Souffle D’Or, para os finos. Essa linha mantém a hidratação e garante a nutrição das madeixas.

Shampoo ideal para tipos de fios coloridos

Fios loiros e ruivos exigem produtos para manter a cor viva e o brilho intacto, principalmente os que já foram descoloridos, pois a água oxigenada remove a camada protetora do cabelo. O shampoo deve ser específico, como o Vitamino Color, de L’Oréal Professionnel, que mantém a cor e devolve para a fibra capilar a proteína perdida.

Deve-se usar shampoo e condicionador da mesma marca?

O shampoo começa a higienização dilatando as cutículas e o condicionador equilibra a ação do shampoo. Os dois possuem os mesmos princípios ativos para aquele tipo de tratamento, por isso, é necessário apostar em produtos da mesma marca e com os mesmos ativos para um resultado satisfatório.

Quantas vezes aplicar o shampoo no cabelo?

É necessário passar o shampoo duas vezes. Na primeira, você lava o couro cabeludo e a espuma que desce no comprimento está suja dos resíduos removidos do couro cabeludo. Na segunda, aplica-se em todo o cabelo para uma higienização completa.

1 Dica – Lavar o cabelo com água morna a fria. Isso ajuda a não ressecar os fios e dá mais brilho para o cabelo. Ajuda principalmente diminuir a oleosidade para quem tem cabelos oleosos.

2 Dica – Reduzir a quantidade de shampoo. Você não precisa encher a mão de shampoo para lavar o cabelo, seja o comprimento que for. A forma correta é colocar na palma da mão ou em um recipiente um pouco de shampoo e diluir o produto com água, isso vai ajudar a não sobrecarregar os fios e o shampoo vai fazer o papel dele que é limpar o couro cabeludo.

3 Dica – Lavar o couro cabeludo com os dedos e não com a unha, isso porque a unhas tem bactérias e esfregando com ela só vai fazer esses fungos espalharem pela sua cabeça, ou melhor couro cabeludo.

4 Dica – Massageie o seu cabelo e não esfregue. Shampoo significa “massagem” então nada de agressividade na hora do banho.

5 Dica – Enxágue bem os cabelos, mas bem mesmo, até você escutar aquele barulhinho de cabelo limpo. O acúmulo de resíduos pode deixar o cabelo pesado e não queremos isso certo.

 

 

 

 

 

 

 

 

A boa saúde dos cabelos não deve ser algo corriqueiro , mas fundamental para cabelos com aspecto sedoso, brilhoso e nutrido. A assim como nosso corpo precisa de uma variedades de vitaminas e minerais para manter determinadas funções, existem nutrientes específicos que irão promover o cabelo mais saudável. A sua dieta influencia diretamente no crescimento como na qualidade do seu cabelo.

O cabelo saudável precisa de nutrientes e água, desta forma como falta deste nutrientes o cabelo aparece com fios quebradiços, sem brilho, desnutrido, mal cuidado, danificado, cheias de anomalias. Essas anomalias podem ser resumidas em cutículas abertas com aspectos de ressecamento e queda de grandes quantidades de fio de cabelo. Uma boa alimentação saudável é rica em vitaminas e minerais; O fato crucial neste ponto é suprir as necessidades do cabelo,muitas vezes um produto potente seria apenas um paliativo, quando uma alimentação adequada contribui para um cabelo forte, solto e bem cuidado. Absorver as vitaminas e os minerais combate a queda, fortalece os fios, sua elasticidade e as expectativa de vida das células que compõem a fibra capilar.

As Vitaminas

São substancias capazes de nutri profundamente o fio, potencializar o crescimento e combater a ação dos radicais livres, responsáveis pela perda de viço. A falta deles deixa o cabelo fraco, além de provocar a queda.

1- Vitamina A (retinol) Promove crescimento saudável dos cabelos e impede que ele fique seco e quebradiço. A vitamina A também impede o ressecamento da pele. Fontes naturais: fígado, peixes oleosos, ovos. A vitamina A também é formada a partir de beta-caroteno (cenoura, por exemplo).

2 – A vitamina C – protege o cabelo das agressões diárias. Poluição, fumaça de cigarro e radiação solar induzem o organismo a produzir radicais livres, moléculas que lesam as células e danificam a estrutura dos cabelos.

3- A vitamina E – é fundamental para as funções visuais adequadas e para uma boa função do sistema neurológico. Mas também tem papel importante na questão da beleza da mulher: “ao atuar como antioxidante, pode auxiliar no retardo do envelhecimento. Encontramos a vitamina E em verduras (espinafre, couve, alface etc.), azeite e vegetais (sementes de girassol, amêndoas, avelãs etc.)

4-Biotina (vitamina H) – biotina ajuda a metabolizar os ácidos graxos (deficiências de ácidos graxos essenciais são associadas com a perda de cabelo, ressecamento e descamação de pele). Fontes naturais: gemas de ovo, fígado, leite, fermento e rim.

5- A vitamina F – A sua carência causa desorganização na queratinização do couro cabeludo, propiciando caspa com fios finos e frágeis.  A seguir, confira a lista de alimentos ricos em vitamina F:

1 – Óleos vegetais de germe de trigo, assim como o de linhaça, de girassol, de soja, de amendoim, de caroço de uva e de açafrão
2 – Amêndoa
3 – Semente de girassol
4 – Óleo de oliva
5 – Abacate
6 – Noz-pecã
7 – Óleo de peixe

6-Vitamina D – O suplemento alimentar com vitamina D pode ser utilizado contra queda de cabelo, pois ajuda na recuperação da estrutura capilar. A falta de vitamina D pode deixar os cabelos mais finos e fracos.  Nas últimas décadas, novos conhecimentos permitiram aprofundar a ligação da vitamina D com saúde e queda de cabelo.

7- B3 (Niacina) – Pode ajudar a aumentar a circulação do couro cabeludo. Fontes naturais: frango, peru, peixe, germe de trigo.

8- B5 (ácido pantotênico) – O ácido pantotênico é considerado a melhor vitamina para queda de cabelo e para a manutenção da sua cor natural. Fontes naturais: cereais integrais, fígado, rim, gema de ovo.

9- Vitamina B6 (piridoxina) – bom para manter a cor do cabelo, e sua deficiência pode causar a perda de fios. Fontes naturais: germe de trigo, fermento, soja.

10- Vitamina B12 (cobalamina) – A vitamina B12, também chamada de cobalamina, é  essencial para a saúde do sangue e do sistema nervoso. A deficiência dessa vitamina causa perda de cabelos. Fontes naturais: carnes, peixes, aves, ovos. A vitamina B12 serve para a formação das células do sangue juntamente com o ácido fólico.

Quando o consumo de alimentos ricos em vitamina B12 é pequeno, como ocorre especialmente entre os vegetarianos, deve-se tomar um suplemento alimentar de vitamina B12, para evitar a anemia perniciosa e outras complicações, como o derrame cerebral e as doenças cardíacas.

11- Ácido fólico – Possivelmente o mais importante de todas as vitaminas para o cabelo. O ácido fólico ajuda na formação das células vermelhas do sangue e é também muito importante para a manutenção da saúde do sistema nervoso central. O ácido fólico também ajuda na substituição das células velhas do corpo com novas células.

12- Ácido para-aminobenzóico (PABA) – Pode ajudar a devolver ao cabelo a sua cor original! Ele também combate a queda e o enfraquecimento dos fios. Fontes naturais: cereais integrais, levedo, rins e (especialmente) no fígado.

13- Inositol – Inositol é considerado um dos principais nutrientes para estimular o crescimento do cabelo e prevenir a calvice. A falta de inositol pode causar irritação da pele, eczema e problemas nos nervos. Fontes naturais: lecitina de soja, gérmen de trigo, cevada e ervilhas.

 

 

Esse post irar explicar em detalhes a função dos shampoos e reação a cada tipo de cabelo, sabendo seus tipo. 

Seu cabelo precisa do shampoo especifico para seu tipo de cabelo, o efeito para o resultado  esperado por todas as mulheres é primeiro conhecer suas madeixas, mas antes iremos saber suas funcionalidade como seus tipos. A principal função dos shampoos é promover a limpeza dos fios, e essa limpeza é de extrema importância a saúde do couro cabeludo, porém esse “excesso de limpeza” não é bom para os fios, o excesso dela pode causar ressecamento aos cabelos.

O shampoo também tem a função de preparar o cabelo para receber tratamento, afinal nenhum cabelo recebe tratamento se estiver sujo, por isso é importante lavar os cabelos duas vezes, pois a primeira você retira a sujeira e a segunda você “prepara” o cabelo para receber tratamento.

O principal ingredientes dos shampoos  são os surfactante (que também podem ser chamados de tensoativos),  surfactantes na verdade são moléculas que possuem ação detergente. Os surfactantes mais comuns são os surfactantes de sulfatos: Lauril sulfato de sódio e Lauril sulfato de amônio, lauril éter sulfato de sódio, lauril eter sulfato de amônio.

Tipos de shampoos

Shampoos anti resíduos:

São altamente carregados de surfactantes, sua proposta é realmente só limpar os cabelos,  ele possui um pH acido e por conta disso abre as cutículas dos cabelos, se usado em excesso pode sim causar ressecamento.  Por isso deve ser usado a cada 15 dias, uma vês por mês, ou antes de algum tratamento. Isso acontece com cronograma capilar  usado na reconstrução ou cauterização chamados pelos salões de beleza.

Shampoos transparentes:

Eles são transparentes, porém alguns possuem cor são como os shampoos  de bebê. Geralmente esse tipo de shampoo limpa mais que os perolados (digo geralmente pois  já vi shampoos transparentes super hidratantes e já vi perolados que ressecam muito), pois em sua formula não possuem tantos agente condicionantes como os perolados /leitosos . Eu costumo usar shampoo transparente antes de usar um perolado/leitoso, faço duas lavagens a 1ª com shampoo transparente e a 2ª com perolado/leitoso.

Shampoos perolados:

Esse shampoo é intermediário entre o transparente e o leitoso, ele é shampoo de tratamento, de uma maneira geral promovem  uma limpeza mais suave,  possuem agentes  condicionantes da formula, silicones e etc. Não promove uma limpeza muito boa não,  por isso use preferencialmente um shampoo transparente antes.

Shampoos sem sulfato:

Esse tipo de shampoo não contém nenhum surfactante derivado dos sulfatos , os sulfatos são muito utilizados na industria , pois são relativamente baratos, produzem uma boa espuma  e proporcionam uma boa limpeza. Porém podem ser causadores de irritações além de provocar ressecamento, por isso muitas fórmulas contem agentes condicionantes.

Os shampoos sem sulfato não possuem esse tipo de molécula e por conta disso promovem uma limpeza mais suave, evitam que a cor do cabelo desbote mais rápido,  reduzem os riscos de alergia e etc. Geralmente cabelos cacheados se dão muito bem com esse tipo de shampoo, e cabelos extra secos também.

Shampoo sem sal?

Sobre shampoos “sem sal”, os sal a qual os fabricantes se referem é o cloreto de sódio o nosso sal comum de cozinha, ele é usado na industria como espessante , ou seja para engrossar a mistura . A quantidade utilizada é mínima e não é o suficiente para fazer mal aos cabelos, e mesmo que a quantidade fosse grande ou significativa o sal é solúvel em água e quando usamos shampoos enxaguamos a cabeça, logo o sal  vai embora junto com água.

Então porque falam que shampoo com sal é prejudicial?

Puro marketing e publicidade,  inventaram uma novidade simplesmente para venderem mais shampoos.

Dando continuidade o próximo post sera função do shampoo para cada tipo de cabelo.

fonte de Materia: Carolina Barbosa – http://quimicadoscabelos.blogspot.com.br/2012/08/tipos-de-shampoo-e-sua-importancia.html.

 

Hoje estou vendo o crescente numero de meninas usando o truque das famosas em suas madeixas, o soro fisiológico tem mostrado ser eficaz e um bom resultado ao cabelos.  Um dos truques das musas Juliana Paes e Cléo Pires para ficarem com o cabelo dos sonhos é o uso de um produto tão baratinho que é até difícil de acreditar que seja verdade: soro fisiológico. Em entrevista, a musa revelou o uso de soro fisiológico no cabelo após o banho. A dica, que segundo ela garante balanço e suavidade, foi dada pela amiga Cléo Pires.

 

Olha os comentário dos especialista: Segundo o dermatologista Alberto Cordeiro, o soro fisiológico realmente tem um poder de hidratação muito bom. “O segredo está no pH dele, que é muito parecido com o do nosso organismo. Pode usar tranquilamente em qualquer tipo de cabelo e não há nenhuma contraindicação”, diz.

Segundo Tatiana Steiner, dermatologista e assessora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, (SBD), o soro fisiológico no cabelo pode ajudar a regular o pH, apesar de não ser um produto específico para esses cuidados. “Ele não invalida o uso de produtos apropriados a cada tipo de cabelo”, explica a profissional.

Sem substâncias específicas para tratar e proteger as madeixas, a composição do soro ajuda a fechar as cutículas dos fios. A aplicação, de acordo com a dermatologista, é feita com as mãos, após a lavagem.“É apenas uma alternativa que pode contribuir em algumas situações, mas não necessariamente trará resultados efetivos”, alerta Tatiana.

No post anterior falamos do PH dos cabelo, O PH dos fios variam de 4,5 a 5,5 e o PH do couro cabeludo de 3,8 a 5,6, o soro fisiológico fará o papel de fechar as cutículas dos fios quando p PH do seu cabelo esta fora do ideal, com resultado de alinhamento e hidratação.

O Poder dos seus benefícios

  1. combate ao ressecamento;
  2. oferece uma hidratação prolongada;
  3. controla o frizz;
  4. tem o PH controlado, e não altera o PH dos fios;

Observações : O soro fisiológico não é sal do sulfato, ambos são sais, o sulfato do shampoo são mais corrosivos e agressivos nos cabelos, diferente do sal do soro que contém 0,9%  de cloreto de sódio. 

Não usar o soro junto com hidratação, não faz sentido, sua função é fecha as cutículas dos cabelo em reter as proteínas e os minerais que cabelo precisa absorver pelos produtos que utilizamos no dia a dia. 

A maneira correta de seu uso.

Dicas dos seu melhor uso: Como ultimo enxague -após o shampoo e a hidratação fazer ultimo enxague como usasse o condicionador tem a função de fechar as cutículas. Outra dica é com borrifador, a mistura de soro + creme de pentear sendo mais saudável sem utilização da água, pois soro contém cloro.

Gostaria de agradecer o post de Adriana Adéa , foi minha inspiração !!

Fonte de matéria: https://transitei.com/soro-fisiologico-no-cabelo-cacheado-e-crespo/.