Arquivos mensais: novembro 2016

Hoje iremos alistar alguns substâncias químicas que são prejudiciais aos cabelo, neste caso todas as cacheadas. Essas substâncias encontramos em produtos capilares e devem ser evitadas, vamos reconhece-las e explicar o por que do não uso destes componentes.

Resultado de imagem para viloes capilares para cabelos cacheados

  1. Sulfatos ou Surfactantes de Sulfatos

Os surfactantes, ou tensoativos são compostos que possuem atividade na superfície de interface entre duas fases, tais como óleo-água, ou seja, eles são capazes de interagir tanto com gorduras (apolares) e com água (polar), por isso são chamados de moléculas afipáticas, pois podem interagir com polares e apolares.

O principal ingrediente dos shampoos são os surfactantes, afinal os shampoos têm como principal função de promover a limpeza dos cabelos. Falei sobre os shampoos aqui e também falei como eles agem aqui.

Os surfactantes mais usados em shampoos são os surfactantes de sulfato, ou seja, que possuem sulfatos em sua composição, eles são baratos, possuem um alto poder de limpeza, além de promover uma boa espuma. Os consumidores têm uma ideia errada de que quanto mais espuma uma shampoo faz mais ele limpa, por isso os fabricantes de shampoos procuram tensoativos que possuam uma alta capacidade de formação de espuma.  Mas a quantidade de espuma não determina o poder de limpeza e um shampoo.

De uma maneira geral os surfactantes de sulfato são muito agressivos, justamente pelo seu alto poder de limpeza ele remove impurezas e sujeiras mais acaba removendo também óleos essenciais ao nosso couro cabeludo, causando o ressecamento do couro e por consequência também dos nossos fios. Muitos shampoos têm em suas formulações agentes condicionantes e co-surfactantes para minimizar as agressões.

Resultado de imagem para viloes capilares

2. Petrolatos ou derivados de petróleo 

O petrolato é um dos derivados do petróleo cru, que, após a desparafinação (retirada da parafina) de óleos pesados, transforma-se em uma substância gelatinosa incolor ou amarelada. Pode ser comercializado sob o nome de vaselina, óleo mineral, ou parafina líquida, e é usado em remédios, cosméticos e produtos para cabelo em larga escala, graças ao seu baixo custo. A questão, tratando-se da indústria cosmética e da saúde de cabelos e pele, é que não existe nenhum fator hidratante no óleo mineral, portanto, mesmo que se utilize muitas vezes um produto (uma máscara de hidratação, por exemplo), ele não consegue penetrar nas camadas mais profundas dos nossos tecidos e transportar consigo componentes vitais. Além disso, é criada uma película impermeável, não permitindo que se perca hidratação, causando superficialmente efeito de maciez ao fio, mas, na realidade, ela barra a reposição nutricional quando essa hidratação acabar. Pode também se acumular e causar entupimento de poros – nos cabelos, isso dificulta o crescimento; na pele, pode causar dermatites.

As técnicas No Poo e Low Poo procuram quebrar esse ciclo, abolindo tanto os sulfatos que desprotegem o escalpo, como os petrolatos, que encapam o fio, e focando em ingredientes mais saudáveis, como ceramidas, queratina, aveia, hidratantes, etc.

Imagem relacionada

3. Silicone 

O silicone é um composto semi-orgânico porque não é feito só de carbono, mas também de silício e de oxigênio. Ele é inerte, ou seja, não reage com outros compostos espontaneamente, possui resistência ao calor, aguentando de -40°C a 316°C. O Silicone é flexível o que o ajuda a se espalhar de maneira uniforme pela superfície do cabelo. Por isso é muito usado como base de finalizadores e reparadores de pontas. Existem dois tipos de Silicones, os solúveis e não solúveis. O lado ruim está no Não solúvel.

Isso porque ele gruda no fio formando uma película que ao longo do tempo de uso vai se acumulando e acaba pesando esse fio e não permitindo que outros produtos penetrem nele. Ele até pode ser removido com shampoos comuns e até sem sulfato, mas se usar diariamente como muita gente faz, terá que usar um produto com um poder maior de limpeza para remover totalmente. Ele não trata o fio e nem nutre.

Silicones do mal e os mais usados nos produtos!
Amodimethicone, Cethearyl Methicone, Cetyl Dimethicone, Cyclometicone, Cyclopentasiloxane, Dimethicone, Dimethiconol, Stearyl Dimethicone, Trimethylsilylamodimethicone, Simethicone, Polydimethylsiloxane, Methicone, Phenyl Trimethicone, Dimethylpolysiloxane,Bis-Aminopropyl Dimethicone.

Resultado de imagem para soda caustica cabelo

Sodium Hydroxide

4. Soda Caustica 

O hidróxido de sódio (NaOH) , é um hidróxido cáustico usado na indústria, principalmente como base química, na fabricação de papel, tecidos, detergentes, alimentos e biodiesel. Trata-se de uma base forte.
Também é usado pelas mamães para a desobstrução de encanamentos e sumidouros, pois dissolve gorduras e sebos (ou seja, desentupir a pia) É altamente corrosivo e pode produzir queimaduras, cicatrizes e cegueira devido à sua elevada reatividade.
O hidróxido de sódio, ou soda cáustica, tem sido usado também na indústria cosmética como componente de shampoos, ampolas e etc. Possui ph13 e pode ocasionar a lixivia caustica que nada mais é que queimar o couro cabeludo. É usado na indústria cosmética como espessante, no cabelo ele também alisa dependendo da quantidade usada deixando assim um efeito estético mais bonito.
Resultado de imagem para parabeno

5.  Parabenos

São produtos químicos que ajudam a conservar os cosméticos. Eles são conservantes eficazes em muitos tipos de fórmulas; têm capacidade solvente, antimicrobiana, antibacteriana e antifúngica. Eles podem ser encontrados em hidratantes corporais, tratamentos faciais, cremes de barbear, protetor solar, shampoo, desodorantes, esmaltes, perfumes, maquiagens, e até em medicamentos. Os tipos mais comuns são o metilparabeno(E218), o propilparabeno (E216), o etilparabeno(E214) e o butilparabeno.
Os parabenos, assim como diversas outras substâncias de uso comum, são disruptores hormonais. Isto quer dizer que, no organismo humano, os parabenos passam-se por estrógenos. Conseguem ligar-se aos receptores celulares dos estrógenos e induzem as célula a comportarem-se como se, de fato, tivessem sido ativadas por estrogênios naturais.
Agora meninas olhem com cuidados os nomes em inglês na composição e evitar estas substâncias que evita penetração da nutrição e água para os nossos cachos, como uso prolongado afetar nossa saúde.
A absorção de parabenos através da pele, a partir de produtos de higiene, cosméticos ou fármacos, ou a ingestão de parabenos presentes em muitos medicamentos, pode provocar reações de hipersensibilidade e alergias respiratórias e dérmicas para algumas pessoas.
 Resultado de imagem para parabeno

Publicado: Rafa Francisca

Imagem: google, Desvaneio e adocicados, cacheia.

 

A DaMata Makeup tem como objetivo para o Projeto Negras do Brasil, atingir cidades de todo o Brasil levando a valorização da beleza e da individualidade de cada mulher negra para elevar a autoestima através de dicas e técnicas de automaquiagem. Nessa edição Brasília, o evento contará com a presença da Loo Nascimento, idealizadora do projeto de referências de comportamento & estilo Trescoração e seu tema é sobre militância estéticas uma das minas mais inspiradoras no quesito beleza negra!

img-20161029-wa0024 img-20161030-wa0006 amigabafao-1477788163817

Daniele da Mata é a responsável pela escola que além do ensino da maquiagem, ajuda no empoderamento feminino e autoconhecimento à mulher negra. Seu maior sonho era transmitir todos seu conhecimento adquirido como química em presas de cosmeticos de beleza e tudo que aprendeu como maquiadora, em ensinar outras mulheres negras como a maneira correta de se automaquiar sabendo os passos certos iniciando com o fundo de pele da misturas etnias de matrizes africanas que somos ancestrais. O conteúdo histórico é um fato principal de entendimento para escolha da base e pó certo a sua tonalidade cor, saber os 5 passos de cuidados de pele e finalizar com troques e dicas importantes para “grande final”.

Com naturalidade e carisma, DaMata Makeup conduz  a palestra de forma dinâmica e divertida. A oficina tem duração de quatro horas nas quais são apresentados os procedimentos técnicos de uma maquiagem ideal, desde a preparação de pele, olhos, boca, escolha das combinações das cores e harmonizações para a pele negra.  A espontaneidade faz com que as aulas sejam 100% práticas com a participação de todas as alunas.

damatamakeup-1477788123804-1 img_20161029_223709 img-20161031-wa0039

A sua parceria com MAC uma das maiores marcas de maquiagem do mundo, fazendo uma ponte que uma grande empresa é para todos, as mulheres negras tem opções de escolha com a devida qualidade de produtos e acabamento. O mais magico tanto as envolvidas neste curso foi conhecer a loja da Mac, experimentar seus produtos ou até mesmo fazer uma automaquiagem utilizando os produtos do mostruário.

Pulicado Rafa Francisca

Imagem: Damatamakeup e autorais.

Instagram: @damatamakeup

https://www.instagram.com/p/BKrR-N0AgNR/?taken-by=damatamakeup

Fanpage: https://www.facebook.com/damatamakeup/

Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100004012160867&fref=ts

img-20161030-wa0010 img-20161030-wa0011 img-20161030-wa0009 img-20161030-wa0008

O que é glicerina?

Também conhecida como glicerol, é um líquido inodoro, viscoso e de sabor adocicado. É uma substância higroscópica, ou seja, absorve a água do ambiente. O glicerol pode ser derivado de óleos vegetais, como de óleo de coco e palma (dendê), ou de gorduras animais. Há também o glicerol sintético, mas o descrito neste post é o natural.

A glicerina é utilizada na fabricação de produtos de beleza, como shampoos, sabonetes, cremes hidrantes, batons, entre outros. É uma substância muito utilizada pelas indústria de cosméticos pelo seu poder hidratante e umectante.

Um ponto que gera muita confusão é a diferença entre glicerina vegetal e glicerina bi-destilada. Já a glicerina bi-destilada, pode ser de origem animal. Isso porque muitas indústrias de sabão usam a gordura animal (sebo bovino e suíno) como base da produção de sabão e a glicerina, por sua vez, é subproduto desse processo (é retirada do sabão para ser comercializada).

Então, especialmente para quem deseja evitar a utilização de produtos de origem animal (vergana), a dica é apostar na glicerina vegetal (e não na glicerina bi-destilada). Mas, vale destacar: ambas são glicerina, substância que tem ação hidratante e umectante (promove a retenção de umidade).

Benefícios para os cachos:

  • Hidratação e maciez aos fios
  • Ajuda a reduzir o frizz
  • Ajuda na definição dos cachos 
  • Fortalecimento dos cabelos

Algumas dicas de utilização da glicerina nos cabelos:

Spray hidratante: 1 medida de glicerina vegetal para 5 medidas de água. Pulverizar sobre os cabelos úmidos.

Misturar 10ml de glicerina vegetal ao condicionador, caso não possua este componente em sua formulação.

Misturar uma pequena quantidade à máscara de hidratação

Após lavar e condicionar o cabelo, aplique a glicerina vegetal aos fios úmidos. Massageie o couro cabeludo com os dedos e enluve as mechas principalmente nas áreas mais secas. Aguarde até 5 minutos e depois enxágue com bastante água morna.

Resultado de imagem para fotos de glicerinas e beneficios

Como usar a glicerina vegetal?

Ao conhecer os benefícios da glicerina vegetal, a maioria das pessoas questiona: como ela pode/deve ser utilizada? Existem receitas caseiras que podem ser feitas com a substância? Abaixo as profissionais passam suas orientações.

Nos cabelos:

Helena diz que a glicerina pode ser utilizada como ingrediente em xampus, máscaras e condicionadores.

Alessandra destaca que não é muito a favor de fórmulas caseiras. “Pois a quantidade de água para dissolver a glicerina influencia no resultado. Ela pode ser adicionada a qualquer xampu ou condicionador. Se a umidade do ambiente for adequada, ela atrairia água para os cabelos, mantendo-os hidratados. Porém, se aplicada erradamente, pode fazer o efeito contrário. Uma diluição caseira deve variar de acordo com o tipo de cabelo e também com a umidade do ar”, explica.

Receitas caseiras com glicerina vegetal

Muitas pessoas têm apostado em receitas caseiras feitas com glicerina vegetal, para hidratar os cabelos, a pele, as unhas. Abaixo você confere alguns exemplos. Mas, vale destacar que o que oferece bons resultados para uma pessoa, pode não oferecer para outras. Por isso, o melhor caminho é procurar orientação profissional antes de apostar numa receita caseira.

1. Máscara de glicerina vegetal para hidratar a pele seca: 1 colher (chá) de glicerina vegetal + 1 colher (chá) de mel + 2 colheres (chá) de leite ou água + 1 colher (sopa) de aveia. Misture bem e aplique no rosto, deixando deixar agir por 20 minutos. Depois enxague bem com água morna.

2. Hidratação para os cabelos com glicerina vegetal: 1 colher (sopa) de glicerina líquida + 5 colheres (sopa) de água + 2 ou 3 gotas de óleo essencial de sua preferência. Aplique nos cabelos, deixe agir por alguns minutos e depois enxague bem.

3. Máscara para os cabelos com glicerina vegetal: quantidade normalmente usada de sua máscara hidratante + 5 ml de glicerina vegetal + um pouco de água. Aplique nos fios, coloque uma touca e deixe agir por cerca de 20 minutos. Depois enxague bem.

4. Hidratação para o corpo: 5 ml a 10 ml de glicerina vegetal + 30 ml de água + 30 ml de seu hidratante preferido. Aplique a mistura na pele (somente quando sentir que ela está bem ressacada ou nas partes do corpo que estiverem mais ressacadas).

5. Spray com glicerina vegetal: 5 ml de glicerina + 45 ml de água. Coloque a mistura num frasco com tampa spray. Quando quiser, agite bem e aplique nos fios como um leave-in.

É bom ressaltar: a melhor maneira de usufruir dos benefícios da glicerina vegetal é utilizando produtos que já a contenham em sua composição.

“Receitas caseiras sempre oferecem um risco maior à pele e ao cabelo. A instabilidade dos produtos ao natural é maior, e a reação de algumas substâncias no sol pode ser intensa. Por isso, deve-se sempre procurar uma orientação”, destaca a dermatologista Alessandra.

Alguns cuidados importantes ao usar a glicerina dos fios:

Como a glicerina absorve água do ambiente, diante de clima seco recomenda-se usá-la diluída em uma maior quantidade de água ou associada a outros agentes hidratantes, para evitar que ocorra o efeito contrário que faça a glicerina retirar a umidade do cabelo ao invés de retirar do ambiente, provocando assim o ressecamento dos fios. Já em locais muito úmidos, o cabelo pode ficar “inchado” por causa da grande quantidade de água ao redor e, neste caso, o efeito não será o esperado. Quem faz uso de coloração deve ter cautela e utilizar a glicerina 48 horas após a aplicação da tintura, para que haja a fixação da cor, visto que a glicerina pode causar o desbotamento.

Resultado de imagem para fotos de glicerinas

Onde comprar glicerina?

Ela pode ser encontrada em sua versão vegetal pura em lojas que vendem matérias-primas para a confecção de sabonetes, shampoos, etc…  Tem também a versão bi-destilada, a que eu uso, que pode ser facilmente encontrada em farmácias. Porém esta versão é mais concentrada e deve ter sua dose reduzida pela metade em comparação à dose da glicerina vegetal pura.

Fonte: http://www.clubedocabeloecia.com.br

http://www.dicasdemulher.com.br/

Publicado: Rafa Francisca

Imagem: Google

Blush

1-  Pincel de Blush Normal:  Esse é o meu preferido. Esse pincel se assemelha com o de pó, porém é menor e tem cerdas um pouco mais longas. Quanto mais macias forem as cerdas, melhor será a performance. Após aplicar o blush no pincel, de uma leve batidinha pra tirar o excesso e vá espalhando pelo rosto. existem muitas formas de passar, na diagonal, arrendondado, oval…não existe certo nem errado. teste e descubra o melhor efeito em você. caso não fique legal, o lencinho demaquilante resolve rapidinho e é só recomeçar. som na caixa!

2- Pincel de Blush Chanfrado:  Esse pincel também é uma ótima opção.  O pincel chanfrado é um dos itens mais versáteis na bolsa de maquiagem feminina, e as que pensam que esta ferramenta serve apenas para fazer um básico ‘gatinho’, estão muito enganadas. Desde arrumar as sobrancelhas e os cílios postiços a transformar a sombra em delineador, este item de make é excelente também para criar traçados diferentes com precisão de mestre.

3 e 4- Duo Fiber ou Duo Fibre:  Essas são as melhores opções para blush em creme. Aplicam e esfumam muito bem. Também gosto de usa-los para blushes mais pigmentados, assim você consegue aplicar só um pouco e ir construindo a cobertura.

Acabamento:

Acho que é a forma mais óbvia de usá-lo, mas nem por isso deixa de ser minha favorita. O acabamento feito com ele fica perfeito, literalmente deixa a pele com acabamento HQ, a pele fica linda e não parece ter sido corrigida com base, fica absolutamente natural.

5 e 6- Kabukis:  Esse é uma opção perigosa. Eles aplicam muito produto! Então tem que tomar cuidado com a cara de palhaço.  Primeiro aplico com um pincel normal e depois venho com o kabuki esfumando! Acho mais seguro assim.
Na hora de aplicar, eu pego um pouco de produto no pincel e dou pinceladas nas bochechas. Depois vou esfumando em movimentos circulares. Se você vai usar o kabuki para aplicar produto, é importantíssimo retirar o excesso de produto do pincel antes de aplicar. Dê batidinhas no dorso da mão para retirar o excesso!

Iluminador

Aqui só é legal investir SE você realmente usa iluminador, por que tem gente que não gosta ou não tem o costume de usar, e daí eu acho que não vale a pena comprar um pincel só para isso.

O método de aplicação é o mesmo para todos os pincéis: eu pego um pouco de produto no pincel e vou concentrando o brilho no local desejado. Depois vou esfumando em movimentos circulares.

1- Pincel de Contorno Pequeno:  Esse é uma opção legal para quem gosta de contornar o alto das maçãs e o nariz. Ele não aplica muito produto, e é ótimo na hora de esfumar.

2-  Pincel Pontudo Pequeno:  Esse é basicamente a mesma coisa do anterior, mas com uma ponta fininha. Te dá mais precisão na hora de aplicar, e para esfumar é só pressionar mais o pincel. Dá para você construir a cobertura bem facilmente e é bem indicado para quem não tem prática e quer usar com moderação.

3 e 4- Duo Fiber ou Duo Fibre:  Apesar desses pincéis não te darem muita precisão, eles aplicam pouco produto. São muito indicados principalmente para iluminadores em creme.

5 e 6- Pincéis de esfumar sombra Essas são ótimas opções para quem gosta de precisão e não quer ter que comprar um pincel só para iluminador. Eu uso sempre para contornar o nariz e o queixo, e até nas maçãs do rosto as vezes. Mas tem que prestar atenção no esfumado para não ficar tudo marcado!

Contorno

Aqui só é legal investir SE você realmente contorna o rosto, por que tem gente que não gosta ou não tem o costume de fazer, e daí eu acho que não vale a pena comprar um pincel só para isso.

1- Pincel de Blush Chanfrado:  Esse é uma opção bem legal de contorno. Difícil é arrumar um pincel desse que encaixe no “ossinho da bochecha” . É bom que esfuma bem, mas acho que falta precisão nessa hora.
Na hora de aplicar vou colocando a cor com calma e construindo a cobertura aos poucos. É bom você primeiro colocar a cor no rosto dando batidinhas, depois limpar o pincel e ir esfumando! Tome cuidado para não deixar muito marcado.

2- Pincel de Contorno Pequeno:  Essa ferramenta é bem legal para quem quer precisão. Você consegue contornar o ossinho das bochechas muito bem com ele, mas depois é melhor pegar um pincel maior para esfumar. Também é uma ótima opção para contornar o nariz.
Na hora de aplicar eu vou concentrando a cor e esfumando. Depois o pincel kabuki bem grande e esfumar tudo para que fique mais uniforme.

3-  Pincéis Pontudos:  Esses pincéis te dão precisão, você consegue ir construindo a cor bem direitinho, e depois você pode apertar mais o pincel para esfumar. Acho muito fácil contornar com ele.
Na hora de aplicar eu pego pouco produto no pincel e vou aplicando no rosto, bem devagar. Daí conforme vai ficando mais escuro eu vou apertando mais o pincel para ir esfumando.

4 e 5- Kabukis:  Novamente, esses pincéis são um perigo. Eles aplicam cor demais e as vezes você acaba “exagerando” na medida. O número 5 é mais fácil de controlar a cor e o esfumado, então se você vai comprar algum para contornar o rosto, recomendo que seja o modelo do 5.
Na hora de aplicar eu vou concentrando a cor e esfumando sempre com MUITO cuidado para não exagerar. Depois pego um kabuki bem grande e esfumo tudo para que fique mais uniforme.

6- Precision Kabukis:  Essas são ótimas opções, trazem os mesmos prós e contras do Kabuki grande, mas te dão precisão o suficiente para contornar o nariz e áreas menores.
Na hora de aplicar eu vou concentrando a cor e esfumando sempre com MUITO cuidado para não exagerar. Depois pego um kabuki bem grande e esfumo tudo para que fique mais uniforme.

7 e 8- Pincéis de esfumar sombra:  Esses pincéis são ótimos para quem quer precisão e não quer “pesar na mão”. Eles são bem macios, aplicam menos cor que os Precision Kabukis e esfumam mais! Recomendo para as iniciantes.
Na hora de aplicar eu vou concentrando a cor e esfumando. Depois pego um pincel maior e esfumo tudo para que fique mais uniforme.

Para as amantes de maquiagem farei parte 3 deste post devido conter muitas informações e dicas para olhos ser pouco mais específicas. Espero tenha gostado das informações e abuse das maquiagem!!Bjus Caracois!!

Publicação:Rafa Francisca

Fonte: http://eaibeleza.com/

Imagem: Google

 

Difícil encontrar quem nunca ficou olhando para o guarda-roupa sem saber qual calçado combina mais com o look escolhido, não é verdade? Mesmo as mais apaixonadas por sapatos, com diversos pares à disposição, podem cair em algumas armadilhas fashion. Irei dá pequenas dicas básicas como combinar seu sapato favorito com a roupa que combina melhor ao seu estilo, deixando claro não sou designer de moda, apenas uma curiosa por moda que precisar buscar fazer uma misturas e combinações certas de roupas e sapatos.

Descubra como usar cada um dos sapatos que você tem no guarda-roupa e acertar sempre. Vamos ver os vários tipos de sapato o que melhor combina com determinadas roupas.

Saia ou vestido curtos

Em geral, vou apresentar algumas opções que ficam bem com sandália gladiadora alta ou baixa, Mocassim, Sapatênis, Sapatilha ou uma plataforma. Em alta na próxima estação, a sandália de tiras(Espadrilha) pode achatar a  silhueta e visualmente engrossar as pernas. Se você quer causar essa impressão, abuse dos modelos com cores que contrastam com o tom da pele. Para resultado inverso, mulheres com perna grossa devem optar por modelos com tiras mais finas e de cor nude.

Resultado de imagem para vestido curtos com sapatos

Saia ou vestido mídi

Como é um modelo que já achata a silhueta por causa do comprimento abaixo dos joelhos (fazendo com que as mulheres pareçam mais baixas), opte por um scarpin, peep toe ou Mule . Para mulheres que gosta em está total tendência da moda Pump / Meia pataMary Jane ou sapato de boneca, LoaferOxford são uma bela pedida tanto para o dia como a noite. Dê preferência para tons de pele, capazes de alongar a silhueta ou neutralizar o efeito. Lembre-se, porém, que o tom da pele é diferente entre as mulheres e não há apenas uma variação de nude.

Resultado de imagem para vestido midi com peep toe

Saia ou vestido longos

Combinar as peças com rasteiras, tamanco, ou anabela para um look mais casual. Para obter um visual mais elaborado, prefira uma sandália, stilleto,T- Strap com toques mais elegantes.

Resultado de imagem para vestido longo com stiletto

Short

Democrático, o short jeans pode ser usado com sandália gladiadora, anabela look casual dia ou até um scarpin, sandália, stilleto,T- Strap , Wedge para trazer mais sofisticação à produção. Caso prefira modelos de alfaiataria, as melhores combinações são Loafer  ou oxford. Ou, ainda, um tênis estilo All Star ou Sneakers para descontrair e as estilosas .

Resultado de imagem para short com anabela

Calça jeans boca de sino

Geralmente esse modelo é usado com Tamanco/Clog e anabela ou wedge. Importante: a calça deve cobrir pelo menos a metade do salto, para alongar a silhueta.

Resultado de imagem para calca boca de sino com clog

Calça jeans skinny

Mulheres mais longilíneas devem optar por botas de cano curto ou sapatilhas. Já quem quer alongar a silhueta pode apostar em saltos diversos.

Resultado de imagem para Calça jeans skinny com bota cano curto

Calça destroyed

O clássico scarpin ou stilleto pode ser usado de várias maneiras, mas uma das mais interessantes é com a calça destroyed. Ao usá-lo com uma calça jeans destroyed, o scarpin ou pee toe perde o aspecto de seriedade comum a ele e faz uma quebra no estilo.

 

Calça Pantacourt

Assim como o saia ou vestido mídi, a peça achata a silhueta. Por isso, melhor escolher sapatos de salto como mule ou anabela no tom da pele para acompanhá-la.

Resultado de imagem para Calça Pantacourt com mulher

Calça de alfaiataria

Se for combinar a peça com um salto alto, certifique-se de ela cubra metade do salto. Em looks mais formais, prefira peep toe e scarpin, já looks para arrasar a noite amo wedge ou stiletto. Já para quebrar a seriedade, um tênis casual ou sapatênis   confortável imprime estilo.

 

São inspirações dentro do meu gosto sempre na tendências de sapato para cada estilo de roupa.

 

Publicado: Rafa Francisca

Imagem: Google