O poder da Hidratação – Parte 1

 

como-hidratar-cabelos-cacheados-afros-crespos

Toda mulher vaidosa tem a noção de que manter uma rotina de hidratação é a chave do sucesso para ter cabelos bonitos e sedosos. A hidratação capilar é um tratamento estético em que cremes são aplicados nos cabelos para repor sua água e lipídios, necessários para o fio continuar resistente, maleável e brilhante. Muitas vezes esses elementos da estrutura do cabelo se perdem com os danos diários ou mesmo com procedimentos químicos. Dessa forma, ele restaura a umidade das mechas e as deixa com aspecto mais saudável.

A hidratação é indicada para cabelos ressecados, que pode ser muito longos e desgastados pelo sol, vento ou água em excesso, cabelos crespos, cabelos quimicamente tratados (tintura ou alisamentos) e cabelos de pessoas mais idosas. Outra indicação importante é para cabelos naturalmente secos ou ressecados por usos de secadores e pranchas.

Mesmo pessoas com cabelos oleosos podem fazer o tratamentos, uma vez que é muito frequente vermos pessoas com a raiz oleosa e os fios secos e danificados, até porque, alguns tipos de fio não conseguem drenar a oleosidade natural e precisam de hidratação externa. É muito mais fácil para essa oleosidade se espalhar em fios lisos. Nesses casos, as máscaras e óleos de tratamentos devem ser aplicados apenas no comprimento dos fios, deixando a raiz livre.

No caso de cabelos quimicamente tratados, a hidratação é importante, pois a cutícula fica extremamente danificada e o fio fica poroso. O formol, por exemplo, dificulta a hidratação dos fios e dá uma falsa sensação de brilho, quando por baixo dele está um fio estragado. Hidratar os fios é uma forma de compensar, mesmo que parcialmente, os danos causados por esses processos.

Como é feita a hidratação capilar

A hidratação é feita de forma bem simples, aplicando produtos específicos (normalmente gordurosos) nos fios molhados e deixando-os um tempo para serem absorvidos pelo cabelo, em geral 20 minutos.

Para ser realmente uma hidratação, os produtos não podem ter queratina, aminoácidos ou produtos químicos como formaldeídos. Nesse caso, eles se tornam tratamentos diferentes, como a cauterização capilar, por exemplo.

Em geral, uma hidratação pode conter os seguintes ativos:

– Ceramidas: proteína altamente hidratante que ajuda a selar as cutículas do fio, proporcionando mais resistência;
– Glicerina: é uma substância higroscópica, isto é, ela retém água na superfície dos fios, melhorando sua hidratação;
– Óleos vegetais: extraídos de frutas ou sementes como uva, abacate ou amêndoas, torna os fios mais macios e brilhantes;
– Óleo de argan: tem ação hidratante e previne a perda de água dos fios;
– D-pantenol (pró-vitamina B5): possui propriedades umectantes e melhora a qualidade dos fios;
– Derivados de silicone, como dimeticone, que fazem uma película protetora sobre os fios.

cronograma-capilar-hidratacao11

Sessões

O cabelo sempre estará propenso a agressões, por isso é interessante que a hidratação seja feita em sessões, já que isso trará cada vez mais benefícios aos fios. A periodicidade dependerá da intensidade da agressão que os fios sofrerem, mas podem variar de sessões mensais até semanais. No geral, é semanal em cabelos com química (alisamento ou tintura) e quinzenal em cabelos naturais.

Contraindicações e riscos da hidratação

Por ser um tratamento mais simples, que usa substâncias seguras, não há contraindicações ou riscos na hidratação, ao contrário da selagem capilar, escova progressiva e da cauterização capilar.

O único cuidado é que, se a máscara não for enxaguada adequadamente, pode pesar os fios, deixando?os oleosos e sem brilho.

Grávida pode fazer?

Não há contraindicações, mas pode não ser necessário, já que os cabelos costumam ganhar mais viço durante a gravidez.

Antes e depois da hidratação

Os resultados esperados da hidratação são fios mais resistentes, brilhantes, sedosos maleáveis e com aparência mais saudável.

cronograma-capilar

Alie a hidratação com…

Lavagem com água morna ou fria A água quente danifica os fios, tirando suas gorduras e os tornando ressecados. Portanto, contrariam todo o efeito buscado com a hidratação.

Secador na temperatura certa Usar o secador muito quente é outro hábito que danifica os fios. O ideal é usá-lo com jatos frios e a 30 centímetros da cabeça.

Cauterização capilar A cauterização agrega queratina aos fios, o que é importante quando a proteína dos cabelos também é danificada em processos químicos, como a escova progressiva ou o tingimento dos fios. Ou seja, as duas são tratamentos complementares, e inclusive podem ser aliadas na selagem capilar.

Publicado: Rafa Francisca

Fontes
Dermatologista Aline Donati (CRM-SP 100.647), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Dermatologista Carla Albuquerque (CRM-SP 95.007), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Cabeleireiro Aloísio Filho, especialista em texturas e educador artístico de Matrix

error: Conteúdo Protegido!